Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A superioridade moral dos comunistas e isso...

por Kruzes Kanhoto, em 15.04.17

Captura de ecra de 2017-04-15 15:19:12.jpg

 

Ninguém espera – a não ser, talvez, os próprios – que os comunistas sejam pessoas equilibradas e dotadas de bom senso. Nem precisam de ser. Ninguém - neste caso nem mesmo os próprios – se importa com isso. A menos, como infelizmente está acontecer em Portugal, cheguem ao poder. Aí é o nosso destino que está em causa. E vê-lo nas mãos desses malucos é uma coisa que me aborrece. Trata-se de uma gente que vive numa espécie de realidade paralela, cega pela ideologia, que não admite a tragédia que sempre ocorre nos países onde chegam ao poder, mas que consegue vislumbrar e anunciar ao mundo dramas que apenas eles conhecem.

O pior é que a generalidade dos meios de informação e dos opinion makersamparam-lhe o jogo”. Não os desmascaram. São, ao não o fazer, cúmplices da suas mentiras, manipulações e propaganda obscena. Como, por exemplo, esta noticia. Publicada, refira-se, em Novembro de 2015 e reproduzida até à exaustão em sites e blogues de propaganda comunista. Como ainda não a vi desmentida nem gozada, à semelhança do que acontece quando são outras áreas politicas a fazer declarações parvas, presumo que não falte quem a considere verdadeira. Assim sendo, um ano e meio depois, calculo que os cemitérios americanos estejam pejados de criancinhas que sucumbiram à fome. A Venezuela é que podia ter ajudado. O Maduro, se fosse realmente solidário, tinha enviado uns quantos contentores da comida que sobra na Venezuela.

Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:35



4 comentários

De Avogi a 15.04.2017 às 18:09

Haverá sempre ricos e pobres e muito ricos e muito pobres. Por.mais voltas que dê o mundo os rios correm para o mar.
Kis :=}

De Kruzes Kanhoto a 17.04.2017 às 17:39

E gente com fome em todo o lado...eu, por exemplo, já comia qualquer coisinha!

De alvaro silva a 16.04.2017 às 15:57

Desde que os apaniguados da marreta e da foicinha negaramm que comiam criancinhas ao pequeno almoço, todo o mais se pode esperar, pois os infantes americanos, de tanta fome que passam, ficam indigestos e pouco apetitosos! Há que os cevar melhor! Serão melhores os lusitanos pois desde que entrou a geringonça fecharam as cantinas para dar de comer aos esfomeados. ponham-se a pau as criancinhas cá deste Eucaliptal á beira mar plantado, pois os vermelhos estão já a salivar como o cão do distinto soviético, muito propagandeado pelos Pcs ,o barbicha do Dr Pavlov. Sempre serão para estes melhor que o borrego pascal.

De Kruzes Kanhoto a 17.04.2017 às 17:41

Desde que entrou o "dotor Bosta" fecharam as cantinas porque o povo já não passa fome. Agora não se sabem alimentar...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D