Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mobilidade a quanto obrigas

por Kruzes Kanhoto, em 29.03.08
A mobilidade é um estranho conceito com que os portugueses têm sido bombardeados nos últimos tempos. Haverá nela, como em tudo na vida, algumas vantagens e, também, seguramente muitos ganharão com a sua implementação. Contudo para uma imensa maioria o risco de acabar assim não é desprezivel. Pelo menos não tão desprezivel como aqueles que a defendem e promovem como sendo o sol na terra. Por mim estou farto deles e dos amanhãs que cantam...
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:15

Mobilidade a quanto obrigas

por Kruzes Kanhoto, em 29.03.08
Mobilidade a quanto obrigas
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:15

Movimento (?!) associativo local

por Kruzes Kanhoto, em 28.03.08
É verdadeiramente espantoso o número de associações existentes no Concelho. Mais de cem! Fico siderado com a minha ignorância perante tal facto e, mais ainda, por as suas actividades nunca me terem chamado a atenção. De tal forma estou estupefacto que o segundo inquérito Kruzes Kanhoto tem precisamente a ver com este assunto. Sempre quero saber se sou o único a desconhecer as acções desenvolvidas - e pior, a própria existência - das cinco associações, sedeadas no Concelho de Estremoz, que a seguir indico.- Grupo Ecologista de Acção para a Defesa do Ambiente, que ostenta a sugestiva sigla de GEADA;- Fundação "A Casa da Familia";- Associação de Caçadores dos Bigodes (será que para ser sócio, além de caçador, é exigido apêndice capilar sub nasal?);- Associação para o Desenvolvimento Local de Estremoz. (Hum...)- Associação de Caçadores de Perna Seca. (Nem comento para não estragar a piada...) .
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:04

Movimento (?!) associativo local

por Kruzes Kanhoto, em 28.03.08
Movimento (?!) associativo local
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:04

Importante desmentido

por Kruzes Kanhoto, em 27.03.08
Mesmo correndo o risco de desapontar os habituais leitores e de perder outros que eventualmente lá iriam dar uma espreitadela é meu dever, em abono da verdade, desmentir categoricamente a informação veiculada por esta mensagem do Panda GateDefender.O kruzeskanhoto.nireblog.com não é um blog pornográfico. É, como ainda ontem lá escrevi, um espaço decente, onde se cultiva o bom gosto, visitado por muitas famílias e temente a Deus.Bom, talvez não possua esta última característica mas não é por isso que merece este bloqueio.
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:36

Importante desmentido

por Kruzes Kanhoto, em 27.03.08
Importante desmentido
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:36

Os porcos sabem nadar, iô...

por Kruzes Kanhoto, em 25.03.08
Quando alguém frequenta uma piscina pública deve cumprir algumas normas de higiene básicas. Elementares, mesmo. Daquelas que todos percebem e que a todos parecem lógicas e naturais. Ou a quase todos.
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:36

Os porcos sabem nadar, iô...

por Kruzes Kanhoto, em 25.03.08
Os porcos sabem nadar, iô...
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:36

Feira do Queijo

por Kruzes Kanhoto, em 23.03.08

Já faz parte das tradições familiares, por esta época pascal, visitar a Feira do Queijo, em Rio de Moinhos. E, há que dize-lo com toda a frontalidade, trata-se de um certame tipo miniatura, desprovido de interesse que tem, na minha modesta opinião, os dias contados. Não gostei e, opinião partilhada por outros visitantes, é uma iniciativa que nos moldes actuais está completamente esgotada.

Acredito que não seja fácil realizar o certame de outra forma. Compreendo também que eventuais limitações de ordem financeira e restrições quanto à forma como os produtos devem estar expostos possam condicionar a organização mas, sobretudo, nota-se por ali uma enorme falta de imaginação. É por isso necessário procurar novas formas de dinamizar a “Feira” e buscar novos atractivos para que esta volte a ter a mesma qualidade de quando se realizava junto ao Campo de Futebol. Uma delas podia muito bem ser lançar o desafio aos queijeiros para tentarem confeccionar o maior queijo do mundo e, assim, entrarem para o Guinness. O record pertence a um grupo de produtores italianos que fizeram um queijo com 783,6 metros de comprimento. Certamente em Rio de Moinhos far-se-ia melhor.

Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:56

Feira do Queijo

por Kruzes Kanhoto, em 23.03.08
Feira do Queijo
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:56

A feira pró parque!

por Kruzes Kanhoto, em 22.03.08

Sabe-se como aos Sábados de manhã é difícil estacionar no Rossio Marquês de Pombal. E ainda mais porque os comerciantes de antiguidades impedem o estacionamento na parte interior da placa central junto ao local onde decorre o mercado de velharias. Fazem-no de forma exuberante, mal-educada, arrogante e ameaçando recorrer à violência para impedir que qualquer automobilista ali estacione, legitimamente, a sua viatura. Não consta que naquele local seja proibido estacionar e, ainda que o fosse, ninguém terá delegado o poder de controlar o trânsito em gente vestida de preto a quem tudo parece ser permitido. Situações de conflito físico não terão ainda ocorrido apenas pela passividade dos cidadãos, que intimidados com este comportamento procuram outro lugar para estacionar.

Pode-se argumentar que este tipo de comércio traz mais pessoas à cidade, nomeadamente para o centro, e que é uma mais-valia face ao decréscimo cada vez mais acentuado do tradicional mercado de fruta, hortaliças e galinhas. Não seria contudo má ideia ir pensado em transferi-lo para o Parque de Feiras onde beneficiaria de um espaço mais digno e, principalmente, mais seguro para todos.

Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:37

A feira pró parque!

por Kruzes Kanhoto, em 22.03.08
A feira pró parque!
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:37

A merda do costume

por Kruzes Kanhoto, em 21.03.08

Por insistência de alguns leitores, na verdade foi só um – este e mais nenhum - volto hoje ao tema que notabilizou este blog e fez dele o décimo mais lido de Estremoz. O que até nem é mau porque apenas há nove e um deles é só para imbecis, perdão para convidados.

Como se constata, as autoridades a quem compete fazer cumprir a lei quanto à circulação de canídeos na via pública manifestam uma tolerância inusitada relativamente aos donos dos ditos. Não há notícia da aplicação de uma única coima por os animais passearem na via pública sem açaimo e/ou sem trela, nem tão-pouco por os donos não recolherem os dejectos que os seus amados bichinhos vão largando na via pública. Que por acaso até é de todos.

Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:42

A merda do costume

por Kruzes Kanhoto, em 21.03.08
A merda do costume
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:42

Preservar é preciso.

por Kruzes Kanhoto, em 17.03.08
Esta edificação, numa das entradas da cidade, serviu de apoio logístico aos trabalhadores que construíram o lar-residência da Cerci em Estremoz. Concluída a obra, e após ter entrado em funcionamento já lá vão uns anos, o casebre por ali foi ficando e um destes dias quando alguém se lembrar de o demolir o IPPAR, ou lá como se chama agora essa instituição de utilidade duvidosa, quase de certeza não vai deixar. Até porque há que preservar os mamarrachos.
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:16

Preservar é preciso.

por Kruzes Kanhoto, em 17.03.08
Preservar é preciso.
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:16

Politica de Privacidade

por Kruzes Kanhoto, em 17.03.08
Este site pode utilizar cookies e/ou web beacons quando um utilizador tem acesso às páginas. Os cookies que podem ser utilizados associam-se (se for o caso) unicamente com o navegador de um determinado computador.
Os cookies que são utilizados neste site podem ser instalados pelo mesmo, os quais são originados dos distintos servidores operados por este, ou a partir dos servidores de terceiros que prestam serviços e instalam cookies e/ou web beacons (por exemplo, os cookies que são empregados para prover serviços de publicidade ou certos conteúdos através dos quais o usuário visualiza a publicidade ou conteúdos em tempo pré determinados). O usuário poderá pesquisar o disco rígido de seu computador conforme instruções do próprio navegador.
O Google, como fornecedor de terceiros, utiliza cookies para exibir anúncios neste site.
Com o cookie DART, o Google pode exibir anúncios para seus usuários com base nas visitas feitas a este site.
Você pode desativar o cookie DART visitando a Política de privacidade da rede de conteúdo e dos anúncios do Google.
O utilizador tem a possibilidade de configurar seu navegador para ser avisado, na tela do computador, sobre a recepção dos cookies e para impedir a sua instalação no disco rígido. As informações pertinentes a esta configuração estão disponíveis em instruções e manuais do próprio navegador".Neste site não são utilizados e-mails para políticas de Spam ou de envio de e-mails indesejados.
Este site não se responsabiliza pelo conteúdo, promessas e veracidade de informações dos banners ou qualquer outro tipo de publicidade colocada pelos seus patrocinadores. Toda a responsabilidade é dos anunciantes.
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:37

Politica de Privacidade

por Kruzes Kanhoto, em 17.03.08
Politica de Privacidade
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:37

Ideias divulgam-se

por Kruzes Kanhoto, em 16.03.08
Tal como escrevi num post anterior as autárquicas do ano que vem terão nos blogs "Kruzes Kanhoto" o devido e merecido destaque. Especialmente as ideias mais extravagantes, delirantes, ousadas ou simplesmente idiotas que, certamente, não faltarão. Se por acaso algum ataque de amnésia atacar os candidatos podem sempre contar com este blog para contribuir com muitas ideias parvas. Como esta, por exemplo, que pode ser vista e apreciada aqui.
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:20

Ideias divulgam-se

por Kruzes Kanhoto, em 16.03.08
Ideias divulgam-se
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:20

Donos danados

por Kruzes Kanhoto, em 14.03.08
Assim que anunciada para breve nova legislação sobre a posse e, em última análise a própria existência em Portugal, de cães de raças consideradas perigosas, logo um coro de protestos se levantou. Criadores, treinadores e até associações de defesa dos animais vieram a público contestar esta intenção governativa que, parece ao cidadão comum, do mais elementar bom senso.Por mais que me façam desenhos não consigo perceber a utilidade deste tipo de animais ou, ainda menos, a razão porque tanta gente os possui. Não se trata de um artigo de primeira necessidade, calculo que a manutenção de uma fera daquelas seja extremamente dispendiosa e não estou a ver que tipo de satisfação possa alguém retirar de ter um animal perigoso como companhia. Excepto, talvez, qualquer tipo de distúrbio mental.Ainda menos entendo que seja nos bairros sociais e nos locais mais degradados das grandes cidades que muitos destes cães estejam alojados. É-me difícil de entender que gente, alegadamente a viver em condições económicas e sociais de extrema dificuldade ainda encontre recursos para sustentar um cão. Segundo se diz serão utilizados para actividades pouco licitas e essa é mais uma boa razão para acabar de vez com a existência dessas raças.Também por cá existem uns canitos destas marcas. É mesmo frequente ver os seus donos em passo acelerado, puxados energicamente pela fera de estimação, a passeá-los em locais públicos e onde, à mínima distracção, podem provocar uma tragédia como aquelas que são frequentemente noticia. Algumas dessas pessoas são conhecidas pelo seu estado de carência económica, razão pela qual ainda é mais de estranhar a posse de tão dispendioso animal. Seria, certamente, um interessante caso de análise para as chamadas autoridades competentes e uma boa oportunidade para mostrarem que verdadeiramente o são...
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:40

Donos danados

por Kruzes Kanhoto, em 14.03.08
Donos danados
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:40

Cartões e outras complicações

por Kruzes Kanhoto, em 10.03.08

São cada vez mais os municípios que oferecem aos seus munícipes mais jovens ou mais idosos os chamados “cartão jovem municipal” e o “cartão municipal do idoso”. A estes cartões estão normalmente associados descontos, mais ou menos generosos, na aquisição de bens ou serviços prestados pela autarquia e outros, praticamente insignificantes - ridículos seria mais exacto - que podem ser obtidos junto de empresas e instituições de carácter privado.

A proliferação destes cartões vem, quanto a mim, contrariar todas as regras que o tão falado programa governativo “Simplex” pretende instituir na administração pública portuguesa e constitui apenas mais uma perda de tempo, desperdício de recursos e que merece uma avaliação claramente negativa para os serviços que o promovem. Uma não conformidade, se quisermos ser modernaços.

Parece óbvio que, caso uma autarquia ou qualquer outra instituição pretenda conceder um desconto a alguém cuja idade se enquadre dentro de determinados parâmetros previamente estabelecidos para o efeito, bastará pedir o Bilhete de Identidade. Deste documento consta, normalmente, a data de nascimento e o concelho de residência - acabo de o confirmar através da visualização do meu próprio B.I – e essa seria prova suficiente para a obtenção do desconto ou beneficio estipulado para a respectiva faixa etária.

No entanto, e já que se entrou nesta moda de cartonização (eu sei que a palavra não existe mas ainda assim apetece-me escrevê-la, até porque o blog é meu e por isso dou os pontapés na gramática que muito bem me apetecer) para quando o “cartão municipal do cidadão de meia-idade”? Ou, para que a coisa seja mais exacta, o “cartão do munícipe quarentão”, e o “cartão municipal dos cinquentinhas” ?!

Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:51

Cartões e outras complicações

por Kruzes Kanhoto, em 10.03.08
Cartões e outras complicações
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:51

Algo verdadeiramente útil

por Kruzes Kanhoto, em 08.03.08

No mercado de velharias que semanalmente se realiza no Rossio Marquês de Pombal, em Estremoz, é possível encontrar de tudo um pouco. Livros, móveis antigos, arte sacra e toda uma panóplia de inutilidades, merecem a curiosidade dos muitos visitantes que percorrem o espaço e, embora aparentemente não sejam muitos os compradores, o negócio parece não correr mal de todo se o avaliarmos pelo número crescente de vendedores que ali colocam os seus “produtos” à venda.

Por estranho que pareça ainda ninguém se lembrou de certificar a “qualidade” e a “origem” do que está exposto, embora se saiba que grande parte são peças recuperadas do lixo jogadas fora pelos seus proprietários. Possivelmente será o caso desta fatiota de padre, proveniente da limpeza de uma qualquer igreja.

Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:28

Algo verdadeiramente útil

por Kruzes Kanhoto, em 08.03.08
Algo verdadeiramente útil
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:28

Achmed the dead terrorist

por Kruzes Kanhoto, em 07.03.08
Achmed é um simpático terrorista que, coitado, sofre de explosão precoce. Acontece aos melhores, uma vez por outra, e aos piores quase sempre. Um video a ver, agora legendado em português.
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:54

Achmed the dead terrorist

por Kruzes Kanhoto, em 07.03.08
Achmed the dead terrorist
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:54

O deserto anunciado

por Kruzes Kanhoto, em 06.03.08
Enquanto o país dos governantes se preocupa com avaliações e outras coisas realmente importantes, o outro país, o real, vai aos poucos acabando. É certo que não serão muitos os que se importarão com isso, entretidos que estão em assegurar o seu bem estar e em garantir que os recursos da nação sejam distribuídos, entre si, de forma equitativa e justa.Será uma questão de somenos importância, até porque são cada vez menos os eleitores afectados, mas o fenómeno da desertificação é, quanto a mim, o maior dos problemas com que o país se debate e preocupa-me que não sejam tomadas medidas sérias e a sério para o resolver.Só entre 2001 e 2005 Estremoz perdeu 608 habitantes, passando de 15.672 para 15.064 residentes no concelho, o que representa uma quebra de 3,9% da sua população. Apesar disso, ainda não é dos concelhos onde o problema se põe com maior acuidade. Devemos, contudo, pôr as "barbas de molho" porque as noticias que quinzenalmente enchem uma das últimas páginas do "Brados" não auguram nada de bom.É por isso tempo de todos começarmos a perceber que cada um dos habitantes de Estremoz é importante. E, já agora, percebamos também que é essencial que aqui permaneça.
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:08

O deserto anunciado

por Kruzes Kanhoto, em 06.03.08
O deserto anunciado
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:08

Avaliações

por Kruzes Kanhoto, em 04.03.08

Desde alguns anos para cá parece que descobriram a necessidade de todos nos avaliarmos uns aos outros. São empresas especializadas que avaliam o grau de satisfação dos clientes, chefes que avaliam os seus subordinados, chefes que avaliam outros chefes, directores que avaliam tudo e mais alguma coisa e por aí fora até onde a imaginação nos queira conduzir.

Promovem-se reuniões, congressos, seminários, simpósios, criam-se fichas de avaliação, inquéritos, modelos, instruções para preencher os inquéritos, os modelos e as fichas de avaliação, consomem-se horas infindáveis de trabalho, esbanjam-se recursos e energias a debater, estudar e analisar esta recente necessidade de avaliar o próximo e, pergunto eu que gosto muito de perguntar coisas, para quê?! Dir-me-ão que a resposta é óbvia. Para que muita gente ganhe dinheiro com esta novel arte de avaliar.

Revolta-me pensar em todo o tempo que passei, de forma completamente gratuita, a avaliar os atributos físicos, as formas constitutivas e outras qualidades menos visíveis das moçoilas com quem me cruzava. Parvo. Devia ter-lhes apresentado a conta.

Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:05

Avaliações

por Kruzes Kanhoto, em 04.03.08
Avaliações
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:05

Autárquicas 2009

por Kruzes Kanhoto, em 02.03.08
Cá pelo Kruzes vamos estar atentos às movimentações que por aí se começam a ensaiar tendo em vista as próximas eleições autárquicas. Candidatos esquisitos, propostas mirabolantes, coligações improváveis ou simplesmente ideias parvas, terão aqui o devido e merecido destaque.Para já, temos o anúncio de Francisco Louçã de que o Bloco de Esquerda não vai fazer coligação com o Partido Socialista para a Câmara de Lisboa. O que se compreende. Afinal, desde que fez o acordo com a actual maioria que governa a capital, o protagonismo do homem do bloco lá do sítio nunca mais foi o mesmo.
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:32

Autárquicas 2009

por Kruzes Kanhoto, em 02.03.08
Autárquicas 2009
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:32



Mais sobre mim

foto do autor






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D